Por que tantas mulheres empreendem no Brasil? Saiba agora e faça parte dessa realidade!

De acordo Passos et. al. (2008), 13 em cada 100 brasileiros adultos estão envolvidos com alguma atividade empreendedora, o que corresponde a 20% do PIB nacional. A mulher, representa 52% desse total.

Podemos imaginar porque tantas mulheres empreendem no Brasil, acaba sendo o único caminho que as mulheres se realizem completamente seja empreender.

Dado pelo machismo ainda muito presente na sociedade principalmente quando a mulher entram numa fase da vida que precisam se dividir entre seguir uma carreira solida, ter filhos ou não simplesmente desejem buscar o equilíbrio entre carreira e a vida pessoal e ter ser hobbies pessoais.

Entre 24 a 34 anos, segundo a minha a pesquisa pessoal é o perfil das mulheres que buscam empreender na internet.

A minha pesquisa tem como analise esse site que quase 80% é utilizado por mulheres que não se sente mais felizes em ter um emprego e ter que dar conta de longos outros turnos para de certa formar tentar equilibrar todos os anseios da família, marido,  filhos ou seus próprios sonhos.

A mulher ainda enfrenta, no seu dia-a-dia, preconceito de toda ordem: ganhar um salário menor que o homem que executa a mesma tarefa, discriminação por ser mulher, a obrigação de estar sempre bonita e pronta para vencer as dificuldades de uma sociedade machista.

Nesse artigo quero a discutir as demandas e conflitos vivenciadas por mulheres empreendedoras numa ativa participação nos cuidados da família e na administração da casa e da renda da família e a saída encontrada para cada vez mais ser tornarem empreendedoras digitais.

Vamos a analisar das características femininas como comprometimento, otimismo, capacidade de liderança que estão presentes no perfil empreendedor e os desafios encontrados na escolha por ser tornar empreendedora.

A mulher empreendedora vem inserindo características aos negócios que antes não eram tão valorizadas, tais como criatividade, sensibilidade, flexibilidade, colaboração.

Essa nova postura feminina fez com que as mulheres assumissem compromissos financeiros em casa e em alguns casos passou a ser a principal provedora de renda.

DESAFIO DAS MULHERES EMPREENDEDORAS

porque-tantas-mulheres-empreendem-no-brasil-

Muitas dificuldades são impostas a quem abre seu próprio negócio, independente de gênero.

Entretanto, é possível que além das barreiras impostas a qualquer um como classe social, classe econômica e o não apoio intelectual e de tecnologia existam aquelas que impactam diretamente as mulheres empreendedoras.

As mulheres que trabalham fora tem uma grande dificuldade de conciliar trabalho e família, e essa dificuldade não costuma se apresentar para o lado masculino na mesma proporção.

Isso pode ser visto em qualquer família com filhos a responsabilidade, aquela que a sociedade impõe de forma intrínseca fica para a mulher.

As mulheres mesmo que estão a frente dos negócios da família, mesmo sendo bem sucedidas em todos aspectos determinados por ela.

Precisa dar conta de anseios da cultura que vem por décadas sobre a expectativa do papel da mulher, de ser mãe, esposa, produtiva, recatada e do lar esta realidade, a cada ano, vem se mostrando diferente, com a força de mulheres notáveis que cada vez mais mudam esse jogo podendo estar empreendendo no conforto de sua casa conquistando assim um equilíbrio entre seu bem estar e da sua família.

Afinal, as mulheres ainda têm atribuições biológicas e sociais que as tornam mais vulneráveis: são elas que se ausentam do mercado de trabalho por causa dos filhos, muitas vezes ficando em desvantagem em um mundo de rápidas transformações tecnológicas.

As desvantagens se refletem em diferenças de renda que não são justificadas pela escolaridade. De fato, segundo o IBGE, enquanto as mulheres brasileiras têm em média 8,6 anos de estudo, os homens têm 7,6. No entanto, a renda dos homens é quase 50% maior do que a das mulheres.

A força do empreendedorismo feminino está em constante crescimento, alguns novos mercados que a tecnologia oferece aliado a internet são caminhos que se abrem, porém ainda há muito que se fazer como preparar-se para enfrentar o cenário econômico de crises do últimos anos, realizar planejamento, estudar o mercado, promover a inovação e tecnologia como estratégia de competitividade.

As mulheres começam a se verem empreendedoras e a compreender a importância da atuação na sua comunidade, no seu Estado e no País.

Empreendedorismo Feminino e o Marketing Digital

porque-tantas-mulheres-empreendem-no-brasil-

Nós mulheres que desejamos ter o nosso próprio negócio e decidir realizar o nosso sonho, todas nos estabelecemos metas e ir  vamos à luta, muitas vezes sem nenhum recurso e nós enchemos de coragem para colocar em prática alguma habilidade de que temos em busca do sustento da casa.

Algumas de nós vamos fazer coxinhas para vender, penteados em cabelos, confeccionar tapetes, derreter chocolates, pintar quadros, até plantação de café, oficina mecânica e outras atividades, antes consideradas exclusivamente masculinas hoje em dia nós também fazemos.

A maior participação da mulher no mundo do trabalho está ligada ao crescimento do setor de serviços, e agora mais recentemente, o mercado do marketing digital.

Porque engloba duas coisas que as mulheres em geral mais gostam de fazer : ajudar e cuidar de outras pessoas a se desenvolver.

Seja com os filhos ou com o marido as mulheres assim como na vida e no trabalhando no marketing que pode ser através da internet no conforto da sua casa, com muito estudo e dedicação poder desenvolver um trabalho estruturado, progressivo e rentável.

É verdade que as mulheres ainda encontram muitas dificuldades pelo caminho por vários fatores , mas não se limitam, ao preconceito.

No mundo da tecnologia e assim como o do marketing digital que há anos anos foi marcado pelo homens, agora cada vez mais se abre para entrada rica e cheia de força e delicadeza a grande mulheres empreendedoras.

No campo profissional, a mulher tem condições de competir em igualdade de condições com os homens, mas nem sempre isso acontece, pois quando não é impedida pela estrutura masculina do poder que rege a grande maioria das empresas, ela própria acredita no seu potencial.

Nós mulheres quando decidimos não suportar, o emprego convencional, com chefe e período longos de deslocamento que prejudicam muito a rotina familiar.

Encontramos novas formas de contribuir com a família, através do empreendedorismo digital que a internet cada vez mais proporciona para mulheres guerreiras.

Entretanto, não basta apenas às mulheres empreendedoras enfrentar os desafios colocados pela sociedade machista, é necessário estar preparada e gostar do que faz e antes de tudo é preciso estudar o mercado, ler sobre o assunto, pôr no papel todos os riscos e analisar se está disposto a corrê-los.

É necessário ainda saber administrar o negócio sem perder o prazer em executá-lo.

Perfil das Mulheres Empreendedoras

porque-tantas-mulheres-empreendem-no-brasil

Mas, afinal, qual o perfil da mulher empreendedora? Para as mulheres, ter um negócio próprio é uma estratégia de vida e não meramente uma ocupação ou um meio para ganhar dinheiro.

Procuramos sempre fazer com que o trabalho seja uma forma de beneficiar todos à nossa volta.

Nós mulheres temos em geral mais facilidade para compor equipes, persistência e cuidado com os detalhes, além de valorizar a cooperação que incluem a inteligencia emocional em nossas decisões, e tem maior facilidade para desenvolver atividades intelectuais, inverso ao homem, que é mais ágil e prático.

Características femininas que sempre foram vistas de forma preconceituosa, por anos por serem associadas a fragilidades, acabaram virando vantagem no mundo atual e na Era da Informação.

Toda essa sensibilidade faz das empreendedoras o grande diferencial no meio dos impulsos masculinos.

Algumas Colegas Empreendedoras de Sucesso

Todas iniciaram um negocio online através de treinamento no meu caso e da grande maioria foi através do Formula Negocio Online. Um curso que mostra como montar uma estrutura do zero para iniciar o seu negócio online.

Entretanto, todas fizeram e fazem suas historias de empreendedoras de sucesso batalhando na internet com muito estudo, a maioria trabalhou fora e estiveram carreiras brilhantes, e agora desenvolvem um negocio online sério que nutrem uma carreira progressiva em ascensão que a internet proporciona para cada uma delas.

Alguns exemplos de mulheres empreendedoras digitais de sucesso:

Cris Medeiros – do Vivendo um Projeto 

Gislaine – do Mudando a Vida para Melhor

Tatiane Faria – do  Eu empreendedora 

Evelise Machado do Você Pode Sempre

Thais Rocha 

Fabiana Amaral – do Produzir Digital

Fátima Braga do Construindo sucesso agora

Silvany Lemos do Viva Numa Boa

Mafalda Mello – do Desafios e Sucessos

Luana Franco do Fiquei sem Cracha

Kerlia Souza do Kerlia Souza

Karyne Otto do Viver Melhor agora

Karyne Otto de afiliada de sucesso há 3 anos, hoje em dia é também produtora de dois cursos para viabilizar o negocio online de passando sua experiencia de mulher para mulher que venceu e conquistou seu lugar no mundo da tecnologia e do marketing digital.

Curso dela recomendo por ser muito bom o VIVER MELHOR AGORA E VIVER DE YOU TUBE, conheçam mais só clicar nos links acima.

Como tornar- se uma Empreendedora de Sucesso

Só de seguir o caminho dessas lindas colegas e estudar encontrar um bom curso que possibilite entender o mercado digital e montar sua estrutura, você estará com 90 % de chance de chegar aos seus objetivos.

Digo isso porque com uma empreendedora digital, tenho que deixar claro que o negocio depende só de você, somente você faz suas escolhas e estrategias, sua rotina.

Você que irá todos dias atrás de realizar suas metas, seu planejamento para conquistar e realizar muitos sonhos.

Conclusões

Nós mulheres possuimos muitas características similares e encaramos o mercado competitivo com muito otimismo, garra, paixão pelo que fazemos e com o jeito feminino de ser.

Visto que as nossas maiores dificuldades eram as nossas culpas e cobranças por estarem ausentes na vida familiar, porém, agora com proveito de trabalhar com marketing digital no conforto de nossa casa podemos relaxar e curtir mais o que a vida tem a oferecer com um pouco bem menos de culpa, assim conseguimos ser mulheres de sucesso como empreendedoras.

Muito Obrigada pela confiança até Proximo post!

Ká Alcântara.

Bibliografia

PASSOS, Carlos et al. Empreendedorismo no Brasil. Curitiba: IBQP, 2008.

Oi sou Ka Alcântara, Empreendedora Digital e vou mostrar como trabalhar pelos seus sonhos pode ser lucrativo sem um emprego formal.

Ka Alcantara

Ka Alcantara, 29 anos, casada e sonhadora.Sempre me coloco como uma sonhadora porque desde muito cedo desejava ser independente e viver do meu próprio negocio. O Viver bem sem emprego é uma forma de nos livrar de esteriótipos que a vida sou faz sentido se tivermos uma carteira assinada. É Ir alem, atras dos nosso sonhos e ser uma empreendedora digital.

Website: http://www.viverbemsememprego.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *